Notícia

PRÊMIO PROFISSIONAIS DA MÚSICA INFORMA SOBRE OS PRÓXIMOS PASSOS

No último 30 de abril, conforme planejado, recebemos os votos dos nossos 18 jurados que, separadamente, responsabilizaram-se pelas 67 categorias da edição deste ano. Uma vez coletados os dados, permitimo-nos um prazo de 15 dias para certificação e conclusão das notas para, em seguida, avançar na afirmação dos escolhidos e divulgar as próximas etapas: anúncio de datas, locais, etc. Questionados por alguns, indicamos que o evento deveria acontecer entre 11 e 14 de julho. Inclusive, três espaços já estavam reservados.

Porém, em 3 de maio circulou pela internet uma nota em repúdio ao cancelamento de dois editais do Fundo e Apoio à Cultura de Brasília (FAC), sendo um deles, o que constava o Prêmio Profissionais da Música, a partir do mérito cultural obtido e publicado, oficialmente, no ano passado. Considerando as dificuldades operacionais que toda transição governamental exige, comparecemos a todas as reuniões pertinentes aos prazos e novidades dos editais em andamento, cujas sinalizações e informações apontavam para uma conclusão em 8 de maio. Para nossa surpresa, o que presenciamos nesse dia foi a publicação de uma nota oficial “suspendendo” duas modalidades do respectivo edital sob o argumento de que surgira uma “análise jurídica” que, justificadamente, os cancelaria.

De nossa parte, o próximo 15 de maio corresponderia ao ponto final da etapa de consolidação das notas dos jurados, dos escolhidos e da divulgação das datas, locais, homenageados e composição do júri do PPM. Porém, em 11 de maio, em matéria publicada no jornal Correio Braziliense, informou-se o cancelamento com argumentos que até então desconhecíamos. Apesar de estranharmos o atraso nos prazos, e por conta disso, termos adiado o evento (até então, as edições do PPM sempre aconteceram em abril), jamais imaginaríamos um cancelamento desta forma seletiva e desconectada das informações coletadas em cada encontro presenciado por nossa equipe.

Fato é que, decorridos seis meses de trabalhos iniciados em 15 de novembro de 2018, com a abertura das inscrições, três complexas etapas de votação, além das articulações que envolvem comprometimentos de agendas dos locais escolhidos para receber nossas múltiplas ações, viemos por meio deste e-mail informar que necessitaremos readequar nosso modelo de atuação e rever as datas para este ano. Fica, portanto, inviável a realização do evento no primeiro semestre.

Adiantamos que, de nossa parte, não há a possibilidade de cancelamento desta edição. Porém, contamos com a compreensão de todos, pois sem esses recursos, a menos de dois meses da data prevista, a execução do projeto conforme planejada, fica muito comprometida.

Por ora, nos solidarizamos com os quase 96 projetos culturais que, ao nosso lado, ao que tudo indica, perderão este importante apoio. Certamente, os processos e brechas legais são mais fortes do que nós, simples contribuintes e trabalhadores perante as nossas instituições públicas. Mas seguiremos e com muitos louvores.

Desculpamo-nos por este adiamento, e ao mesmo tempo em que torcemos por um revés desta decisão, pedimos paciência e que nos mantenhamos unidos em nosso propósito de valorização do que criamos, produzimos e geramos. Aproveitamos para esclarecer que não existe, porque nunca existiu, a divulgação antecipada dos resultados das três etapas de votação. Isto só acontecerá no evento de premiação, que, temos fé, será uma festa linda!

Musicalmente,

Prêmio Profissionais da Música 2019

Voltar ao topo