Painéis e Workshows

PAINÉIS

Shopping Pier 21

| Praça Principal

Setor de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 32 – Asa Sul, Brasília – DF

http://www.pier21.com.br/pier21/

Quando?

Data: sexta-feira, sábado e domingo

 [1º, 2 e 3 de novembro de 2019]

Hr: 10:30h – 20h

Quem pode participar?

Finalistas do Prêmio Profissionais da Música e público em geral

Capacidade?

500 pessoas

 

PROGRAMAÇÃO

 

1º de novembro de 2019

Hr: 14:30h – 15:15h

Tema: Eu vivo do Direito Autoral: vamos somar?
Painelistas: Manno Góes [BA] | Mario Sergio Campos [RJ]
Mediadora: Karina Callai [DF]

Manno Góes
Mini Bio Manno Góes é cantor, músico e compositor nascido e residente em Salvador, Bahia. Sócio-fundador da banda Jammil e Uma Noites, foi por muitos anos o baixista e principal compositor do grupo. Emplacou sucessos como “Milla”, “Acabou”, “Praieiro”, “Ê Saudade”, “Minha Estrela”, “De Bandeja” e “Dani” – essa última em parceria com o Biquíni Cavadão – entre outras composições que lhe renderam, por muitos anos, as primeiras posições do ranking elaborado pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).
Reconhecido nacionalmente como um dos maiores compositores baianos, já foi gravado por artistas como Netinho, Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Biquini Cavadão, Orlando Morais, Saulo, Chiclete com Banana, Asa de Águia, Cláudia Leitte, Cheiro de Amor, Fred Falcão, Marcela Fogaça, entre outros, que tornaram suas músicas conhecidas em todo o país através de suas vozes.
Alguns de seus sucessos embalaram a trilha sonora da série Malhação e novelas da Rede Globo. São elas: ” As canções que eu Fiz” e “Não vá embora”, em Malhação; “Pra Te Ter Aqui”,  na novela Corpo Dourado; “Simples”, na novela Araguaia, “Celebrar”, na novela Salve Jorge, “Mil Poemas”, em Alto Astral e “Milla”, em Segundo Sol.
Manno Góes faz parte do Conselho Fiscal da União Brasileira de Compositores (UBC) e é hoje uma das grandes referências de artistas engajados na defesa dos direitos autorais e do respeito ao autor

Mario Sergio Campos
Mini Bio Mario Sergio Campos é formado em Análise de Sistemas e possui MBA em Gerência de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Desenvolveu diversos projetos tecnológicos em seguradoras, distribuidoras e gravadoras musicais. Possui mais de 20 anos de experiência na área de direitos autorais de execução pública musical. Assumiu a gerência de Distribuição do Ecadem 2009 e, nestes últimos 10 anos, vem realizando diversos projetos que contribuíram significativamente para a melhoria e o aumento dos resultados da distribuição de direitos autorais, beneficiando milhares de artistas ano após ano.

 

Hr: 15:30h – 16:15h

Tema: Mulheres que criam
Painelistas: Rhaissa Bittar [SP], Delia Fischer [RJ], Magda Pucci [SP]
Mediadora: Eli Moura [DF]

Rhaissa Bittar
Mini Bio Cantora, atriz, diretora de arte e videoclipes ou, resumindo, criativa. Com três álbuns lançados (João-2019; Matéria Estelar-2014; Voilà-2010), integra diferentes expressões artísticas de maneira lúdica. Mais do que um show, uma viagem pela literatura, artes plásticas, audiovisual, moda e música. Como intérprete, conduz o público por histórias, personagens, amargas tristezas, doces realizações e, ainda, traz uma mistura de gêneros que passeiam desde o frevo e o samba, até o capricho do jazz e de um folk cantado em chinês (isso porque morou em Taiwan como intercambista colegial). Em 2017, estreou no cinema nacional ao participar do curta A Ponte de Rafael Câmara produzido pela TNT BR. Em junho deste ano, lançou seu terceiro álbum, João.

Delia Fischer
Mini Bio A multi-artista Delia Fischer ocupa posição particular na música. Surigiu no final da década de 1980 como pianista do premiado Duo Fenix, adquiriu prestígo no jazz, e trabalhou como arranjadora e diretora musical nos principais musicais em cartaz no eixo Rio–São Paulo (Elis, Chacrinha, Beatles Num Céu de Diamantes, Milton: Nada Será Como Antes, Bossa Nova, entre outros). Em seu álbum Presente (2010 – Dubas) revelou-se cantora e compositora com participações luxuosas de Gismonti, Hermeto e Ana Carolina. Antonio (1999 – ECM) iniciou a carreira solo, com um repertório voltado para o instrumental. Em Saudações Egberto (2011-2016 RobDigital / TuffBeats Japão) inovou, adicionando letras e cantando peças de Gismonti. Sua Tempo de Amar foi tema de novela da Globo na voz de Milton. Estreou na Europa em Montreux, 1989, com o Duo Fenix. Mais tarde tocou no Sofia Jazz Festival e no New Morning. Na Escandinávia fez turnês com a cantora Lisa Nilsson. Venceu com Mercado os prêmios Best Latin Song e Vox Pop no 16º Independent Music Award 2018, em NY. Lançou em 2019 Tempo Mínimo, consolidando-se como compositora, cantora, letrista, arranjadora e produtora, e que obteve 5 estrelas da Downbeat Magazine, na categoria “Beyond. Para promovê-lo fez sua primeira turnê individual européia, culminando com seu show no prestigiado MIMO Festival em Portugal.

Magda Pucci
Mini Bio Magda Dourado Pucci é musicista [cantora, arranjadora e compositora], pesquisadora de músicas do mundo e produtora musical. É diretora musical do grupo Mawaca há 24 anos, grupo que recria canções do mundo todo e canta em mais de 20m línguas. Magda produziu os seis CDs e quatro DVDs do Mawaca. O grupo se apresentou em diversos países como Espanha, Alemanha, Grécia, França, China, Bolívia, Portugal. O grupo foi selecionado para se apresentar no Womex de Sevilha em 2003. Além disso, é curadora do Estúdio Mawaca, onde desenvolve atividades artísticas e educativas sempre focando na diversidade cultural do mundo e do Brasil e da Ethos Produtora de Arte e Cultura, baseada em São Paulo, responsável pela produção do grupo Mawaca e da vinda de artistas internacionais para o Brasil (Música sem Limites) em parceria com Miguel Barella.

Eli Moura
Mini Bio: Com formação em Artes Cênicas, especialização em music business pelo Musicians Institute em Los Angeles – Eua, áudio técnica pelo Instituto de áudio e vídeo de São Paulo, e design thinking na Design Thinkers Academy South Africa, trabalha na área de gestão cultural desde 2004, quando abriu sua primeira empresa Máquina Cultural de gestão de projetos culturais, que encerrou suas atividades em 2009. Trabalha com gestão de carreiras na área da música desde 2010 quando trabalhou na empresa Eli Moura é membro fundadora e Diretora comercial da Associação de músicos TREMA e atual sócio-proprietária da empresa “Iduna”, a primeira aceleradora de carreiras musicais do Centro-Oeste. É também co-produtora do Festival Móveis Convida, Festival Mákina e Festival Reverbera.

 

Hr: 16:30h – 17:15h

Tema: O mercado de livros e biografas musicais
Painelistas: Sérgio Cohn [RJ], Marcos Lacerda [RJ] e Pedro de Luna [SP]
Mediador: Janaína  Marquesini [MG]

Sérgio Cohn
Mini Bio Sergio Cohn nasceu em São Paulo em 1974 e mora desde 2000 no Rio de Janeiro. Criou em 1994 a revista de poesia Azougue e em 2001 a editora de mesmo nome. Em 2017, fundo a Oca Editorial, em Portugal. Organizou livros, entre outros, de Vinicius de Moraes, Gilberto Gil, Torquato Neto, Ailton Krenak e Zé Celso Martinez Correa. É co-editor das revistas Palavbras Andantes (de poesia ibero-americana) e Cadernos de Música

Marcos Lacerda
Mini Bio É Doutor em Sociologia, foi Diretor do Centro de Música da Funarte e vem atuando no campo cultural através de ensaios e palestras. Em 2016 fez a orientação conceitual e a organização do livro “Ensaios Brasileiros contemporâneos – Música”, que contou com textos de autores como Roberto Schwarz, José Miguel Wisnik e Nuno Ramos, entre outros. Ao lado de poeta e escritor Sérgio Cohn, atua na curadoria da coleção Cadernos Ultramares; neste ano de 2019, publicou o livro “Hotel Universo: a poética de Ronaldo Bastos”, pela editora Azougue/Oca

Pedro de Luna
Mini Bio Pedro de Luna, 44, é escritor, repórter e quadrinista. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense, com MBA em Gestão Cultural pela Universidade Cândido Mendes, já escreveu e publicou nove livros, entre eles a biografia da banda Planet Hemp, por editoras como Belas-Letras e Marsupial. Também ilustrou livros da editora Saraiva.
Em 2004 criou em Niterói (RJ) o movimento Arariboia Rock, que incluía um festival anual, realizado por 10 anos consecutivos, alçado a patrimônio imaterial pela Secretaria de Estado de Cultura do RJ. Recebeu uma medalha de escritor e uma moção de congratulações da Câmara de Vereadores de Niterói e, também, uma moção da Assembleia Legislativa do RJ (ALERJ) pela sua valorosa contribuição à cultura do Estado.
Em 2016, Pedro de Luna fundou a Ilustre Editora, publicando livros que prezem pela coerência, originalidade e relevância.

Janaína Marquesini
Mini Bio É mineira radicada em São Paulo desde 1999. É jornalista e diretora da agência de comunicação Rosa de Ouro. Acumula experiências em comunicação e produção de conteúdo na área cultural e marketing para o setor público, atendendo associações e grandes órgãos do serviço público nacional. Formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em estudos brasileiros pela FESPSP, Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.  Dedica-se paralelamente a pesquisas na área cultural. Também é sócia-diretora da Acorde Produções Musicais dedicada a edição de livros especializados em música brasileira.

 

Hr: 17:30h – 18:15h

Tema: Feiras, Prêmios, Festivais e Casas Noturnas : o desafio da sustentabilidade
Painelistas: Daniel  Morelo [ES], Guilherme Tavares [DF], Igor Rodrigues [DF] e Gisele Bueno [SC]
Mediadora: Marinilda Boulay [Midem – França]

Daniel Morelo
Mini Bio Daniel Morelo é compositor, produtor cultural e comunicador. Comanda dois programas de rádio na Universitária FM – Sorvetinho FM e Sexta Vraum – Foi conselheiro municipal e estadual na cadeira de música nos últimos seis anos. É parecerista de projetos, tendo atuado em estados e municípios como FAC Distrito Federal, Funcultura Pernambuco e Funcultura Espírito Santo.

Guilherme Tavares
Mini Bio Guilherme Tavares é produtor cultural e profissional de comunicação desde 2009. Idealizador, curador e coordenador geral do Favela Sounds – Festival Internacional de Cultura de Periferia, o produtor também foi e ainda é coordenador de comunicação de importantes festivais no DF, tais como o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Festival Internacional de Artes de Brasília, Festival Brasileiro de Teatro de Terreiro, Festival Samba Brasília, Projeto Na Praia, Festival Latino-Americano e Africano de Arte e Cultura, entre outros. Trabalhou em programação e comunicação no Espaço Cena, espaço cultural independente de Brasília, nos anos de 2012 e 2013, e atuou entre 2011 e 2018 como coordenador de comunicação do Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, festival do qual foi curador musical em 2015. Guilherme Tavares é sócio da Um Nome Produção e Comunicação, empresa responsável pela produção e comunicação de grandes eventos na capital federal e atua também como gestor de imagem e carreira para músicos e grupos de teatro de todo o país. Guilherme costuma representar os selos e festivais aos quais se dedica em feiras e congressos no Brasil e pelo mundo. Recentemente, ministrou paineis sobre o Favela Sounds na Womex – The World Music Expo, na Espanha, e no festival Nuits D’Afrique, no Canadá. Assinou por dois anos coluna de entretenimento no portal GPS|Brasília e há dois anos, é responsável pelo agenciamento de turnês da kudurista angolana Titica pelo Brasil. Guilherme integra também a equipe do Instituto Soma – Cidadania Criativa.

Igor Rodrigues
Mini Bio Publicitário por formação e produtor por natureza, Igor Rodrigues (Igão) coleciona em seus 13 anos de profissão mais de 600 jobs (quase 100 somente em 2018) em 25 estados brasileiros atuando em diferentes áreas se mostra um produtor plural onde exerce funções de produção artística, geral, técnica e logística nas vertentes de shows, festivais, teatro, circo, congressos e palestras.
Já trabalhou com grandes artistas nacionais e internacionais como Lenine, Carlinhos Brown, Scalene, Elza Soares, Projota, Antônio Nóbrega, Maria de Medeiros (POR), Slash (EUA), Didier Awadi (SEN), dentre outros…
Diante do seu compromisso com a cultura de Brasília criou o projeto Brasília Independente apresentado pela Rede Globo DF além de integrante original do movimento “Ducilna Vive”. Atualmente Igor é sócio fundador da Rapport Produções que atua na área de booking e produção de artistas como Plutão Já Foi Planeta, Scalene (Vencedora do Grammy Latino de melhor álbum de rock em linha portuguesa 2016), Scatolove, Gustavo Bertoni, além de se dedicar a consultorias e palestras/workshops de capacitação para aspirantes a produtores ou músicos que queiram gerir sua própria carreira.

Marinilda Boulay
Mini Bio Doutora pela “Université de la Sorbonne Nouvelle- Paris 3”, França. Diretora da empresa Totem, produtora cultural. Representa o MIDEM para o Brasil, Chile e Argentina (midem.com) É presidente da associação  ITC – Instituto Totem Cultural (totemcultural.org.br).

 

2 de novembro de 2019

Hr: 14:30h – 15:15h

Tema: O papel dos selos na preservação da música
Painelistas:  Marcela  Maia [RJ], Maurício Tagliari [SP] e Wagner Palazzi [SP]
Mediador: Thomas Roth [SP]
Marcela Maia
Mini Bio Formada em Cinema e Jornalismo, Marcela Maia atua há 9 anos no mercado fonográfico e produziu mais de 70 títulos em Cd’s, Dvd’s e Lp’s. Atualmente, gerencia o Departamento de Marketing e Comunicação Digital da Biscoito Fino, gravadora de referência no segmento da MPB. Planeja campanhas e estratégias de lançamento para promover nomes como Chico Buarque, Maria Bethânia, Gal Costa, Mart’nália, Alcione entre outros.

Mauricio Tagliari
Mini Bio Músico, produtor, compositor e diretor artístico do selo ybmusic, o paulista Mauricio Tagliari além de produzir trilhas de cinema, séries de tv e fazer curadorias de festivais, tem tempo para escrever sobre vinhos e é autor do Dicionário de Vinhos Tagliari & Campos.

Wagner Palazzi
Mini Bio Wagner Palazzi é pai do Raul, corintiano e coordenador do Selo Sesc, braço fonográfico do Sesc São Paulo. Formado em Comunicação Social cursou também MBA em Gestão de Bens Culturais. Atualmente é aluno do programa de mestrado em Comunicação e Semiótica da PUC SP. Apesar de não saber tocar nenhum instrumento, trabalha no mercado musical desde 2005.

Thomas Roth
Mini Bio Brasileiro, carioca, residente em São Paulo.
Produtor musical, compositor, músico, cantor, ator, apresentador e jurado de realities de TV.
Como intérprete gravou “solo”, nos anos 70, a música “Quero”, de sua autoria. Que foi gravada, posteriormente, por Elis Regina no álbum “Falso Brilhante”.
Em 79, na TV Tupi, apresentou, o programa Olimpop, voltado à nova geração da música. Dali sairam, dentre outros, o Trio Mamão, que veio a se transformar, mais tarde, nos Titãs; e a banda punk Cólera.
Gravou, ainda jovem, “backing vocal”, em discos de: Quarteto Peralta, Carlos Alexandre, Elis Regina, Ângela Maria, dentre outros.
No começo dos anos 80, fez alguns álbuns em dupla com Luiz Guedes, com quem formou uma dupla pop. Desta parceria nasceram perto de 100 músicas. Dentre elas, “Nova Estação”, que Elis gravou em seu álbum “Trem Azul”.Participou dos programas: Chacrinha, Hebe, Flávio Cavalcanti, Silvio Santos, J. Silvestre, Raul Gil, Globo de Ouro, Clube do Bolinha, Fantástico, Festivais da Globo de 1980, 81 e 85; Festival da TV Cultura em 2006, dentre muitos outros.
Autor da música “Amor”, que substituiu a música “Depende de nós”, na maratona da solidariedade “Teleton”. Gravou a mesma com: Claudia Leite, Fafá de Belém, Daniel, entre outros.
Autor de composições conhecidas, tais como: “Canção de Verão” e “Vôo Livre – Roupa Nova; “Fica Comigo” – Placa Luminosa, Rick e Renner; “Amo você” – Peninha; “Chama da Paixão” – Jane Dubock; “Tô carente mas tô legal” – Mara Maravilha; “Amiguinhos” – Turma do Carrossel”; “Laços do Coração” – Chiquititas e “Cachoeira” – Ronnie Von e Rosanna. Outros intérpretes gravaram músicas suas, como: Leonardo, Luiza Possi, Emílio Santiago, Beto Guedes, Ângela Maria, MPB4, Flávio Venturinni, Gilliard, Capital Inicial, dentre muitos outros. No total são mais de 250 músicas gravadas. Várias viraram tema de novela, prefixo de programa de TV, de rádio, etc.
Para Publicidade, produziu obras com: Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Jair Rodrigues, Wando, Sidney Magal, Anitta, Ludmilla, Zezé de Camargo e Luciano, Leonardo, Daniel, “Seu” Jorge, Roger (Ultrage), Neguinho da Beija Flor, Caju & Castanha, Rick & Renner, Ivan Lins, Leci Brandão, Fafá de Belém, Bruno & Marrone, Luiza Possi, MC Guimé, dentre outros.
Como ator, participou de dezenas de comerciais, sendo mais famoso, o de Itaú Seguros – “Louco por ele”.
Na área publicitária atuou na agência de publicidade OMD como assistente de direção de arte de 71 a 73. Em produtora de áudio desde Setembro de 1973, sempre atuou como: atendimento, produtor musical, compositor, cantor, músico, e, esporadicamente, como dublador e locutor.
Criou e produziu cerca de 10.000 fonogramas publicitários entre hinos, jingles, trilhas sonoras, vinhetas musicais, assinaturas sonoras, músicas, temas, etc, ao longo de 44 anos como “músico publicitário”.
Foi presidente da Aprosom – Associação Brasileira das Produtoras de Fonogramas Publicitários, por dois mandatos.
Foi presidente da ABMI – Associação Brasileira da Musica Independente, por dois mandatos.
Foi jurado dos programas “Ídolos”, “Astros”, “Qual o seu Talento?” e “Esse artista sou eu”, todos no SBT, de 2005 a 2014.
Foi, de 1998 a 2013, proprietário da Lua Music, sêlo (label) pelo qual lançou mais de 440 álbuns.
Foi curador do e-Festival Samsung “versão 2014”.
Foi curador do Festival de Bandas Doritos Garage Rock in Rio, em 2017.
Atualmente, é sócio das empresas Lua Nova Produções Sonoras, Rega Edições Musicais e Elemess Music & Services

 

Hr: 15:30h – 16:15h

Tema: Produção: Substantivo Feminino
Painelistas: Cibele Bahia [GO], Camila Garófalo [SP] e Chris Fuscaldo [RJ]
Mediadora: Renata Gomes [SP]

Cibele Bahia
Mini Bio Nasceu em Goiânia-GO, morou em Brasília-DF e hoje mora no Rio de Janeiro-RJ. É empreendedora, produtora cultural e atua como diretora de planejamento de sua agência de talentos e aceleradora de carreiras.Iniciou a carreira em estúdio de gravação de discos e produção de Spots, Jingles e Trilhas para rádio, cinema, TV e games no Estúdio Audiotech em Brasília.  Já no Rio de Janeiro trabalhou no departamento comercial das produtoras Yes Filmes e Cinerama Brasilis onde acompanhou a realização de diversos filmes publicitários, videoclipes, longas  e curta-metragem.  Fez coordenação de produção e assistência de direção do coreógrafo argentino Cláudio Segóvia no espetáculo musical Brasil Brasileiro encomendado a Dell’Arte para encerrar o do Ano do Brasil na França em 2005.  Foi convidada pelo designer multimídia Muti Randolph para fazer a assistência de direção e coordenação de produção dos cenários e obras em diversos eventos: Festa do Prêmio Multishow; desfile de várias marcas em edições do Fashion Rio e São Paulo Fashion Week. Coordenou o Momento Heineken no LollaPalooza 2013 em São Paulo. Participou do desenvolvimento da cenografia e primeira montagem do espetáculo multimídia da pianista Clara Sverner – Sinestesia. Aprendeu o que é fazer um espetáculo Ao Vivo e como valorizar a cena para ser captada por uma lente e atingir o coração de X100.  Fez a Coordenação de Cultura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em Palmas – TO em 2015 integrando a comissão executiva do PNUD e Ministério do Esporte.

 – Vencedora no Prêmio Profissionais da Música de 2018 na categoria “Produção Executiva”. 

Camila Garófalo
Mini Bio Camila Garófalo (GALI) é cantora, compositora e empresária. Após produzir a própria carreira, idealizou a SÊLA, marca articuladora que reúne mulheres de toda a cadeia produtiva da música. Realizou o primeiro Festival SÊLA no Centro Cultural São Paulo e logo após criou a Mostra SÊLA para a Semana Internacional da Música (SIM SP), formato inovador com dez artistas no palco que ocupou o palco da Casa Natural Musical em duas edições. A ideia reverberou para Curitiba (PR), Goiânia (GO), Brasilia (DF), Belo Horizonte (MG) e Florianópolis (SC) sendo convidada para painéis em feiras e festivais como FIMS (Feira Internacional de Música do Sul), Festival CoMa (DF), Festival Bananada (GO), Coquetel Molotov (PE) Festival Timbre (MG) e Bocadim de Tudo (DF). Como também é publicitária e jornalista lançou recentemente o site mulhernamusica.com.br, braço digital da SÊLA responsável pela criação de conteúdo sobre os bastidores da cena musical independente. Como repórter já cobriu festivais como João Rock (SP), Música Mundo (Belo Horizonte – BH) e Forró da Lua Cheia (SP). Legitimou a SÊLA como selo após lançar a Coletânea SÊLA que reúne apenas mulheres na produção musical. O último formato que inventou foi o CONHE|SÊLA, speed meeting desconstruído que mistura performance e psicologia em reuniões de negócios na música. Recentemente é curadora do projeto #escutaasminas do Spotify Brasil

Chris Fuscaldo
Mini Bio Pesquisando, entrevistando e escrevendo sobre música desde 1999, Chris Fuscaldo trabalhou nos jornais Extra e O Globo, no Rio de Janeiro. Formada em Jornalismo e em Letras (Português/Italiano) e com mestrado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela Puc-Rio, desde 2003 colabora para diversas revistas brasileiras, entre elas MTV, Rolling Stone e UBC (União Brasileira dos Compositores). Além de editar o blog GarotaFM em seu site, produz releases para gravadoras, festivais e músicos independentes e atua como mediadora de debates em eventos ligados à música. Em 2015, foi responsável pela pesquisa do livro “Rock in Rio 30 Anos”. Em 2016, lançou pela editora LeYa o “Discobiografia Legionária”, livro em que conta as histórias das gravações dos discos da banda Legião Urbana. Em 2017, estreou como cantora e compositora no álbum “Mundo Ficção”. Em 2018, lançou no Brasil e nos Estados Unidos o livro bilíngue (Português / Inglês) “Discobiografia Mutante: Álbuns que revolucionaram a música brasileira”, sobre os discos dos Mutantes, e assinou o conteúdo do livro “La Mole: O importante é Acreditar”, sobre a rede de restaurantes do Rio de Janeiro. Para 2019, ela se prepara para finalizar seu doutorado, no qual explora o tema “mulheres na música”, investigando e escrevendo a história das cantoras e compositoras brasileiras. Ainda em 2019, lançará um livro sobre o cantor e compositor cearense Belchior, além de seguir trabalhando em seu projeto mais longínquo, uma biografia do músico paraibano Zé Ramalho

Renata Gomes
Mini Bio Renata Gomes é publicitária, mestre em comunicação e atua há mais de uma década desenvolvendo estratégias de comunicação/marketing para marcas, startups e artistas do segmento musical. Também é docente universitária nas áreas de Comunicação, Marketing e Music Business, além de produtora/curadora de eventos de inovação, música e cultura.

 

Hr: 16:30h – 17:15h

Tema: Marcas e Artistas: Novos Caminhos
Painelistas: Pedro Bontorim [SP] | Thomas Roth [SP] | Eloren Andreani [SC]
Mediador: Bruno Oxe [AL]

 Pedro Bontorim

Mini Bio Curador, pesquisador musical e planner, Pedro Bontorim está há 10 anos trabalhando com entretenimento, convergindo o universo artístico com as marcas. Trabalhou como planejamento, criador e curador de festivais, exposições e turnês assinadas por grandes empresas e em 2018 criou a CLAV Music Business Intelligence.
A CLAV oferece seus serviços de criação, curadoria e inteligência de dados traduzir marcas em som e conecta-las com assertividade a projetos, artistas e oportunidades. Compromissada com os artistas, a CLAV também oferece uma plataforma de inteligência e interpretação de dados para artistas e managers planejarem e impulsionarem seus projetos.
Pedro é formado em Relações Públicas e Pós-Graduado em Administração. Além de seus trabalhos à frente da CLAV, ele também é compositor e escritor.

Thomas Roth
Mini Bio
 Brasileiro, carioca, residente em São Paulo.
Produtor musical, compositor, músico, cantor, ator, apresentador e jurado de realities de TV.
Como intérprete gravou “solo”, nos anos 70, a música “Quero”, de sua autoria. Que foi gravada, posteriormente, por Elis Regina no álbum “Falso Brilhante”.
Em 79, na TV Tupi, apresentou, o programa Olimpop, voltado à nova geração da música. Dali sairam, dentre outros, o Trio Mamão, que veio a se transformar, mais tarde, nos Titãs; e a banda punk Cólera.
Gravou, ainda jovem, “backing vocal”, em discos de: Quarteto Peralta, Carlos Alexandre, Elis Regina, Ângela Maria, dentre outros.
No começo dos anos 80, fez alguns álbuns em dupla com Luiz Guedes, com quem formou uma dupla pop. Desta parceria nasceram perto de 100 músicas. Dentre elas, “Nova Estação”, que Elis gravou em seu álbum “Trem Azul”.Participou dos programas: Chacrinha, Hebe, Flávio Cavalcanti, Silvio Santos, J. Silvestre, Raul Gil, Globo de Ouro, Clube do Bolinha, Fantástico, Festivais da Globo de 1980, 81 e 85; Festival da TV Cultura em 2006, dentre muitos outros.
Autor da música “Amor”, que substituiu a música “Depende de nós”, na maratona da solidariedade “Teleton”. Gravou a mesma com: Claudia Leite, Fafá de Belém, Daniel, entre outros.
Autor de composições conhecidas, tais como: “Canção de Verão” e “Vôo Livre – Roupa Nova; “Fica Comigo” – Placa Luminosa, Rick e Renner; “Amo você” – Peninha; “Chama da Paixão” – Jane Dubock; “Tô carente mas tô legal” – Mara Maravilha; “Amiguinhos” – Turma do Carrossel”; “Laços do Coração” – Chiquititas e “Cachoeira” – Ronnie Von e Rosanna. Outros intérpretes gravaram músicas suas, como: Leonardo, Luiza Possi, Emílio Santiago, Beto Guedes, Ângela Maria, MPB4, Flávio Venturinni, Gilliard, Capital Inicial, dentre muitos outros. No total são mais de 250 músicas gravadas. Várias viraram tema de novela, prefixo de programa de TV, de rádio, etc.
Para Publicidade, produziu obras com: Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Jair Rodrigues, Wando, Sidney Magal, Anitta, Ludmilla, Zezé de Camargo e Luciano, Leonardo, Daniel, “Seu” Jorge, Roger (Ultrage), Neguinho da Beija Flor, Caju & Castanha, Rick & Renner, Ivan Lins, Leci Brandão, Fafá de Belém, Bruno & Marrone, Luiza Possi, MC Guimé, dentre outros.
Como ator, participou de dezenas de comerciais, sendo mais famoso, o de Itaú Seguros – “Louco por ele”.
Na área publicitária atuou na agência de publicidade OMD como assistente de direção de arte de 71 a 73. Em produtora de áudio desde Setembro de 1973, sempre atuou como: atendimento, produtor musical, compositor, cantor, músico, e, esporadicamente, como dublador e locutor.
Criou e produziu cerca de 10.000 fonogramas publicitários entre hinos, jingles, trilhas sonoras, vinhetas musicais, assinaturas sonoras, músicas, temas, etc, ao longo de 44 anos como “músico publicitário”.
Foi presidente da Aprosom – Associação Brasileira das Produtoras de Fonogramas Publicitários, por dois mandatos.
Foi presidente da ABMI – Associação Brasileira da Musica Independente, por dois mandatos.
Foi jurado dos programas “Ídolos”, “Astros”, “Qual o seu Talento?” e “Esse artista sou eu”, todos no SBT, de 2005 a 2014.
Foi, de 1998 a 2013, proprietário da Lua Music, sêlo (label) pelo qual lançou mais de 440 álbuns.
Foi curador do e-Festival Samsung “versão 2014”.
Foi curador do Festival de Bandas Doritos Garage Rock in Rio, em 2017.
Atualmente, é sócio das empresas Lua Nova Produções Sonoras, Rega Edições Musicais e Elemess Music & Services

Eloren Andreani
Mini Bio Administradora e pós-graduada em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas, Eloren atua como PMO nas empresas Incentiv.me  e Grupo Sintonize.
Em seu portfólio apresenta diversos projetos artísticos e culturais, como festivais de música e ações de educação ambiental e inclusiva. Tem experiência em todas as fases dos projetos e atua principalmente no planejamento e estratégias e gestão da equipe. Realiza também a gestão de patrocínio de grandes empresas como, GRUPO DPSP, Suzano, Flex Contact entre outras.

Bruno Oxe
Mini Bio Pernambucano, produtor musical, compositor, professor de música, empreendedor, facilitador de criatividade e publicitário, vocalista e compositor na banda OXE e endorser da marca MOOER
Vencedor de duas categorias no Prêmio Profissionais da Música/Music Pro Award (Melhor Artista Rock e Melhor Projeto Artístico 2018), 2 músicas no Filme Deus é Brasileiro (Cacá Diégues) | 3 indicações para o Prêmio Tim de Música | Vencedor em 2 categorias no Prêmio Levi’s Be Original (melhor música e melhor clipe – OXE) | Lançamento do disco (Karranka – OXE) no Festival SXSW em Austin – Texas | 3 discos lançados (OXE) | Finalista do Prêmio Profissionais da Música 2017 | Semi-finalista do Festival Claymore A Chance (Sony Music) 2017, entre outros.

 

Hr: 17:30h – 18:15h

Tema: Carreiras Musicais do Brasil para o Mundo
Painelistas: Bruno Boulay [França] | Ricardo Rodrigues [SP] | José Alexandre [SP]
Mediador: Paulo Almeida [RJ]

Bruno Boulay
Mini Bio Diretor-fundador de TOTEM Records, um dos primeiros selos independentes de “World Music” na França no final dos anos 80 (lançou Lenine, Chico César, Fernanda Abreu, Daúde, Karnak…)
Nos anos 90, management internacional de artistas africanos (Johnny Clegg, Geoffrey Oryema, Richard Bona, Lokua Kanza)
Entre 2000 e 2015, diretor do “bureauexport São Paulo” e “Expert Industrias Culturais” da Embaixada da França no Brasil junto ao SESC SP. Since 2016, consultor em Industrias Culturais na Totem Musicais, representante do MIDEM (França) no Brasil, Argentina e Chile.

Ricardo Rodrigues
Mini Bio Empresário, Agente e Produtor Cultural, graduado no curso de Imagem e Som na Universidade Federal de São Carlos. É Diretor Geral do Festival CONTATO desde 2007 e fundador da Let’s GIG – Booking & Music Services, onde atua na produção e agenciamento de artistas como Liniker e os Caramelows, Luedji Luna, Davi, Mel, ATR, Luê, Veja Luz, entre outros. Faz também parte do Conselho Curador da Semana Internacional da Música de São Paulo. Internacionalmente já participou de algumas das principais feiras internacionais como SXSW (EUA), PrimaveraPRO (ESP), WOMEX (Europa), Repperbahn (GER) e festivais como Glastonbury(UK), WOMAD(UK/CH), NY Summerstage, entre outros

José Alexandre
Mini Bio Formado em Eventos pela Anhembi Morumbi, teatro amador por 6 anos grupo “IVAMBA”, musica na Fundação das Artes de São Caetano do Sul e Tatui, trabalhou na iniciativa privada, área comercial, por 20 anos e a 15 anos com a ZPORZ agenciando e produzindo artistas como: Jaques Morelenbaum, Maogani quarteto de violões, Antonio Nobrega, Flaira Ferro, Swami Jr, Nova Banda Tom Jobim e mais recentemente demos início ao agenciamento para o grupo Barbatuques.A experiência, versatilidade e desenvoltura com que transita no meio artístico resumem o sucesso de suas parcerias e de seus projetos.
“ZPORZ é olho no olho, é sentimento de palco, é estado de espirito, é parceria, é profissionalismo e tudo isso é um pouco e muito do Zé Alexandre”.

Paulo Almeida
Mini Bio Sócio-diretor da Mais e Melhores. Atua como assessor de comunicação e produtor cultural desde 1998. Advogado formado pela UERJ, pós-graduado em marketing – com especialidade em marketing cultural, e com MBA em diplomacia e negócios internacionais. Atualmente é editor a revista ‘Acorde!’ (especializada em música brasileira), diretor e roteirista do programa ‘Onde anda a canção?’ e organizador do evento ‘Amplitude Cultural’ que acontece no Rio Janeiro, Manaus, Brasília e São Paulo. Produz o evento musical Cria, é curador junto com Thiago Amud do Dueto e edita com Sergio Cohn e Leonardo Lichote os Cadernos de Música

 

3 de novembro de 2019

Hr: 15:45h – 16:30h

Tema: Nas ondas do streaming
Painelistas: Gabriel Gaspar [SP] | Valéria Becker [RJ] | Roberto Mello [SP] | Sarah Mascarenhas [SP]
Mediador: Mario Sartorelo [DF]

Gabriel Gaspar
Mini Bio É gerente de vídeo da Believe Brasil. Jornalista de formação e mestre em literatura, começou a trabalhar no mercado da música em 2009, como assessor de imprensa. Em seguida, foi produtor e editor do programa Metrópolis da TV Cultura de São Paulo, antes de passar cinco anos como correspondente internacional na França. Em Paris, como repórter especial da Radio France Internationale, trabalhou para veículos como CBN, Band News, Globonews, Rádio Nacional e Globo, entre outros. Desde 2006, é consultor certificado do YouTube e responsável pela parte de vídeo na Believe Brasil.

Valéria Becker
Mini Bio Valéria Becker é jornalista, editora de conteúdo web e podcaster. Em 2008, criou a web-Rádio Graviola, pela qual ganhou 3 edições do PPM (2016, 2017 e 2018), na categoria “Webradio”. O objetivo da Rádio é divulgar artistas independentes brasileiros, missão à qual Val se dedica há 11 anos. Em 2016, lançou uma coletânea em formato físico, pela qual foi indicada ao Prêmio Especial do Júri, da APCA – SP. Em 2018, foi uma das 50 mulheres selecionadas para a residência artística do projeto Arte Sônica Amplificada (ASA), do Oi Futuro (BR), em parceria com o British Council (UK). Atualmente, produz e apresenta dois podcasts: “Mundo Independente – o espaço do rock underground na web” e “Descabeladas – o podcast sem maquiagem”, além de estar desenvolvendo a central de podcasts da Rádio Graviola.

Roberto Mello
Mini Bio Advogado, graduado pela USP (Largo São Francisco) em 1977; foi Professor Assistente de Direito Comercial da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC); Curso de Formação de Empresas na Universidade de Louvain la Neuf, na Bélgica; titular da sociedade de advogados Mello Advogados Associados S.C., fundada em 1952; foi Conselheiro do Conselho Nacional de Direito Autoral, vinculado ao Ministério da Cultura, por nomeação do Presidente José Sarney, até a sua extinção; Fundador e Diretor Geral da Abramus – Associação Brasileira de Música e Artes; Presidente da Autivs – Associação Brasileira de Artes Visuais; Diretor da ABDA – Associação Brasileira de Direitos Autorais; Membro do Board do Comitê Técnico de Dramaturgia, Literatura e Audiovisual e do Comitê de Artes Gráficas e Visuais, ambos da Cisac.

Sarah Mascarenhas
Mini Bio 
Sarah Mascarenhas é jornalista bacharel em Comunicação Social pela UNIARA – Araraquara. Nos anos 2000,  começou a produzir eventos com o objetivo de promover shows de artistas da cena independente, idealizou e fez a curadoria musical da casa de shows Satori na cidade de São Carlos (SP), e chamou a atenção da rede de produção cultural independente Fora do Eixo. Por 18 meses foi responsável pela gestão do portal Fora do Eixo, coordenando uma equipe de reportagem nacional. Diariamente, coordenava as atividades de 25 produtores de conteúdo em quase todos os estados brasileiros e conduzia as reuniões de pauta, remotamente.
Desenvolveu o portal RodaMob em São Carlos, um guia da produção cultural na região. Gerou um banco de dados com mais de 7000 eventos, 500 artistas, e 350 espaços que promovem atividades por lá.
Atualmente mora em Santos, se dedica à assessoria de imprensa para artistas e projetos culturais. Idealizou e produz o programa de webrádio Hora do Sabbat, no projeto de extensão da UNIFESP Santos, Radio Silva, Radio Bloco e webrádio Alma Londrina, Rádio Pagu e Rádio Baixada Santista.
Ao Lado de Marina Machado e Catarina Bertholini, é fundadora do coletivo Vias de Comunicação Combativa que entende a mídia como uma importante ferramenta de combate a violência contra mulher.

Mario Sartorello
Mini Bio Radiomaker profissional com vinte e cinco anos de experiência. Atuação em emissoras de rádio nas funções de locutor, apresentador, noticiarista, programador musical, produtor executivo e editor de programas musicais e culturais, além de Coordenador Artístico e Coordenador Geral. Em televisão, atuação como editor, apresentador e entrevistador de programas informativos e culturais. Consultoria em pesquisa musical, produção e apresentação de eventos, projetos culturais e de comunicação. Como músico profissional (saxofonista) integrou grupos de música instrumental e gravou discos com artistas de estilos variados

 

Hr: 16:45h – 17:30h

Tema: Independent Digital: a maior distribuidora da Europa Central vem aí?
Painelistas: Andrzej Zdjecie e Marek Wlodarczyk
Mediador: Bruno Boulay [Midem- França]
ANDRZEJ  ZDJECIE é sócio e Membro do Conselho Independent Digital (desde 2002 até agora). MAREK WŁODARCZYK é proprietário e CEO da Independent Digital. Juntos, virão ao Brasil em colaboração com a distribuidora digital brasileira GRV Música, Media e Entretenimento para apresentar o seu vitorioso modelo de atuação na Europa Central, além de transferir conhecimentos e outras práticas de mercados mais desenvolvidos para o território polonês, ucraniano, italiano e alemão. Vale ressaltar que a Independent Digital recebeu o prêmio Entrepreneurial Leadership Award 2017.

Andrzej  Zdjecie
Mini Bio: Sócio e Membro do Conselho Independent Digital (desde 2002 até agora). Como empresa, a Independent Digital recebeu o prêmio Entrepreneurial Leadership Award 2017. Ele colabora com distribuidores mundiais de música digital, por exemplo: Apple (iTunes, Apple Music), Google (YouTube, Google Play Music), Spotify, Amazon, Deezer, Tidal e registro mundial etiquetas na Polônia e no exterior: na Ucrânia, Itália, Alemanha e Estados Unidos.

Marek Włodarczyk
Mini Bio : proprietário e CEO da Independent Digital.  Em 2002, ele fundou uma empresa que cresceu e se tornou o maior distribuidor independente de música digital da Polônia e um dos maiores da Europa Central. Atualmente, a Independent Digital colabora com os principais serviços de streaming, como Spotify, Apple Music, Amazon, Deezer, Pandora e outros 50.
Marek promove ativamente o desenvolvimento da indústria da música na Polônia, não apenas por meio de transferência de conhecimento, mas também como co-fundador da Alians Niezależnych Producentów Muzycznych (Independent Music Producers Alliance) – uma organização que une artistas e editores independentes cujo principal objetivo é melhorar a posição de entidades independentes na indústria da música na Europa.

 

Hr: 17:45h – 18:30h

Tema: Do clássico ao popular, 100 anos de música brasileira
Painelistas: Roberto Menescal [instrumentista, autor, produtor], Jaques Morelenbaum [músico, produtor e arranjador] e João Magalhães [ex -Diretor da Orquestra Sinfônica Petrobrás]
Mediador : Wagner Palazzi [coordenador do selo SESC].

Jaques Morelenbaum
Mini Bio Nasceu no Rio de Janeiro, Brasil. e iniciou sua carreira musical como integrante do grupo A Barca do Sol.
Participou como violoncelista de produções fonográficas de Antonio Carlos Jobim, Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Maria Bethania, Chico Buarque e Milton Nascimento, entre outros, totalizando até hoje atuações em mais de 600 álbuns.

João Magalhães
Mini Bio Com mais de 10 anos no mercado de entretenimento e música trabalhando na área de criação de projetos e conteúdo, marketing e  gestão artística, João Magalhães começou sua carreira na TV Globo e já trabalhou com artistas como Banda do Mar, Orquestra Petrobras Sinfônica, Marcelo Camelo, Gabriel Pensador e outros mais.  Seus projetos com a Petrobras Sinfônica ganharam prêmios como o PPM (Prêmio Profissionais da Música) em 2016 e 2018 e o Prêmio da Música Brasileira em 2017 na categoria Melhor Disco Infantil com o álbum “Os Saltimbancos Sinfônico”. Com a banda Catch Side (Deckdisc), angariou indicações para o Meus Prêmios Nick (Canal Nickelodeon) e Capricho Awards (Revista Capricho). Além do trabalho atual dentro de orquestras, é co-fundador e responsável pela área de projetos e marketing da Agência Olga, criadora do Festival Polifonia, no Rio de Janeiro.

Roberto Menescal
Mini Bio Roberto Batalha Menescal é um dos fundadores do movimento bossa nova.
Participava das reuniões no apartamento da cantora Nara Leão, na Avenida Atlântica, em Copacabana, onde o movimento começou. Menescal é um dos mais importantes compositores da bossa nova, ao lado de Tom Jobim, Carlos Lyra e Vinícius de Moraes. Criou canções que hoje são consideradas hinos do movimento e da própria música popular, como O BarquinhoVocêNós e o marAh se eu pudesseRio, entre outras. Ronaldo Bôscoli é um dos parceiros mais constantes.
Como músico, acompanhou em apresentações e gravações, Nara Leão, Wanda Sá, Sylvia Telles, Lúcio Alves, Maysa, Aracy de Almeida, Dorival Caymmi, Elis Regina, entre outros, sendo dele o arranjo para a canção “Bala com Bala” de João Bosco e Aldir Blanc, interpretado por Elis em 1972. A cantora Zizi Possi deve a Menescal a oportunidade de gravar o primeiro disco da carreira, em 1978 intitulado Flor do Mal.
Tocou ao lados dos músicos Luiz Eça, Luiz Carlos Vinhas, Bebeto Castilho, Hélcio Milito, Eumir Deodato, Ugo Marotta, Sergio Barrozo, Oscar Castro Neves, João Palma, Edison Machado, Wilson das Neves, Antônio Adolfo, Hermes Contesini, José Roberto Bertrami, João Donato e tantos outros.
Além de músico, é produtor musical, tendo iniciado esse trabalho em 1964, com o LP Vagamente, disco de estreia da cantora Wanda Sá. Tempos depois, passou a produzir discos para a gravadora Polygram (atualmente Universal Music), onde também foi diretor artístico entre 1970 e 1986. Como diretor artístico da gravadora, foi o responsável pela produção de Loki?, álbum do ex-Mutante Arnaldo Baptista lançado em 1974 e considerado referência do rock brasileiro e MPB.
Também compôs a trilha sonora dos filmes Joana Francesa e Bye Bye Brasil, ambos de Cacá Diegues, e em parceria com Chico Buarque.
Atualmente, além de tocar violão e guitarra, dirige um selo musical e gerencia novos grupos e projetos musicais, como o Bossacucanova. O último trabalho foi produzir um documentário sobre bossa nova, intitulado Coisa mais linda, em 2005, com o velho amigo Carlos Lyra.
Produziu discos de artistas como Elis Regina, Nara Leão, Chico Buarque, Maysa, MPB-4, Maria Bethânia, Leila Pinheiro, Cauby Peixoto, Os Cariocas, Leny Andrade, Danilo Caymmi, Wanda Sá, Márcia Tauil, além da aclamada série “Aquarela Brasileira”, de Emílio Santiago, Xuxa, entre outros

Wagner Palazzi
Mini Bio: Wagner Palazzi é pai do Raul, corintiano e coordenador do Selo Sesc, braço fonográfico do Sesc São Paulo. Formado em Comunicação Social cursou também MBA em Gestão de Bens Culturais. Atualmente é aluno do programa de mestrado em Comunicação e Semiótica da PUC SP. Apesar de não saber tocar nenhum instrumento, trabalha no mercado musical desde 2005.

WORKSHOWS

Shopping Pier 21

Praça Principal

Setor de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 32 – Asa Sul, Brasília – DF

http://www.pier21.com.br/pier21/

Quando?

Data: sexta-feira, sábado e domingo

 [2 e 3 de novembro de 2019]

Hr: 10:30h – 13:30h

Quem pode participar?

Finalistas do Prêmio Profissionais da Música e público em geral

Capacidade?

500 pessoas

 

02|11 sábado

Hr: 11:30h -12:15h

Tema: Mulheres em ação: Mawaca, 24 anos de carreira
Realizadora: Magda Pucci

Magda Pucci
Mini Bio Magda Dourado Pucci é musicista [cantora, arranjadora e compositora], pesquisadora de músicas do mundo e produtora musical. É diretora musical do grupo Mawaca há 24 anos, grupo que recria canções do mundo todo e canta em mais de 20m línguas. Magda produziu os seis CDs e quatro DVDs do Mawaca. O grupo se apresentou em diversos países como Espanha, Alemanha, Grécia, França, China, Bolívia, Portugal. O grupo foi selecionado para se apresentar no Womex de Sevilha em 2003. Além disso, é curadora do Estúdio Mawaca, onde desenvolve atividades artísticas e educativas sempre focando na diversidade cultural do mundo e do Brasil e da Ethos Produtora de Arte e Cultura, baseada em São Paulo, responsável pela produção do grupo Mawaca e da vinda de artistas internacionais para o Brasil (Música sem Limites) em parceria com Miguel Barella.

 

Hr: 12:30h – 13:15h

Tema: O piano feminino brasileiro na Itália
Realizadora: Christianne Neves

Christianne Neves
Mini Bio Pianista, Compositora, Arranjadora, Diretora Musical e Mestre em Música pela Unicamp. Integrou a Orquestra Heartbreakers e Havana Brasil por vários anos em São Paulo e gravou três CDs autorais e instrumentais: Refúgio, Duas Madrugadas e Eyin Okan. Seu 4. Cd -“Andata e Ritorno”- foi recém gravado na Itália com a participação de vários cantores e músicos italianos e brasileiros. Realizou várias turnês na Europa e na América do Sul. Na Escócia, apresentou seu primeiro CD no Festival “Jazz Now!” e em Punta del Leste, Uruguai , apresentou-se com seu quarteto instrumental no Festival de Lapataia. Estudou Direção Musical na Mountview Theatre School em Londres , Inglaterra.
Desde 2011, tem realizado várias Masterclasses na Itália (Palermo, Bari, Roma, Bologna) sobre a Música Brasileira e vários concertos instrumentais em festivais tais como o “Nomos Jazz Festival” na Sicília e o “Festival Treterre” em Castelo de Valenzano na Puglia.  Em Roma, apresentou-se como pianista convidada da cantora italiana Susanna Stivali no teatro de Garbatella e com Stefania Patané em casas de jazz,  além de vários outros concertos em Londres, Palermo e Bologna. Em 2019, apresentou-se em piano solo nos prestigiosos eventos PianoCity Napoli e PianoCity Milano.

 

03 | 11 domingo

Hr: 11:30h -12:15h

Tema: Criatividade no mercado musical
Realizador: Bruno Oxe

Bruno Oxe
Mini Bio Pernambucano, produtor musical, compositor, professor de música, empreendedor, facilitador de criatividade e publicitário, vocalista e compositor na banda OXE e endorser da marca MOOER
Vencedor de duas categorias no Prêmio Profissionais da Música/Music Pro Award (Melhor Artista Rock e Melhor Projeto Artístico 2018), 2 músicas no Filme Deus é Brasileiro (Cacá Diégues) | 3 indicações para o Prêmio Tim de Música | Vencedor em 2 categorias no Prêmio Levi’s Be Original (melhor música e melhor clipe – OXE) | Lançamento do disco (Karranka – OXE) no Festival SXSW em Austin – Texas | 3 discos lançados (OXE) | Finalista do Prêmio Profissionais da Música 2017 | Semi-finalista do Festival Claymore A Chance (Sony Music) 2017, entre outros.

 

Hr: 12:30h – 13:15h

Tema: Oficina de Choro e Ritmos Brasileiros
Realizador: Face Musical Quarteto

Face Musical Quarteto
É uma mistura de oficina teórica, prática e show.
Os professores ao mesmo tempo que falam sobre técnica, performance, harmonia e ritmos, destacam as particularidades dos gêneros da música popular brasileira e tocam peças em conjunto para exemplificar a teoria com a prática.
Para aproximar a atividade didática da realidade que acontece em shows, a prática do instrumento e de tocar em conjunto.
O participante recebe a informação teórica e tem a oportunidade de tirar dúvidas e tocar junto com os professores. O que não acontece num concerto onde existe um distanciamento entre público e artistas.
Numa mesma sala os quatro músicos dividem a fala e explicações. No decorrer da oficina tocam algumas músicas do repertório do show. No final da atividade educacional, todos tocam juntos. Alunos e professores.
Para quem
Estudantes de música. Todos instrumentos. Nível básico, intermediário e avançado. Pré-requisito: conhecimento básico de harmonia.
Para que
Formação e transferência de conhecimento do choro e ritmos brasileiros. Provocando a interação com músicos de outras localidades e universos distintos.
É uma importante ferramenta com um método e estilo próprios tem a missão de disseminar a cultura da música brasileira e preservar a cultura principalmente do choro e do samba.
Mini Bio Radicada no Rio de Janeiro, Cibele Bahia veio do Centro-Oeste. Nasceu em Goiânia e morou em Brasília. É empreendedora, produtora musical e cultural e atua como diretora de planejamento da agência CibMores. Tem uma forte atuação no setor da música instrumental, gerenciando carreiras, vendendo shows e produzindo eventos musicais autorais para formação de público e desenvolvimento de projetos. Também faz curadoria para festivais e eventos corporativos.
Iniciou a carreira em estúdio de gravação de discos e produção de Spots, Jingles e Trilhas para rádio, cinema, TV e games no Estúdio Audiotech em Brasília. Já no Rio de Janeiro trabalhou no departamento comercial das produtoras de Cinema e TV: Yes Filmes e Cinerama Brasilis onde acompanhou a realização de filmes publicitários, videoclipes, longas e curta-metragens.
No Teatro de Musicais fez coordenação de produção e assistência de direção do coreógrafo argentino Cláudio Segóvia no espetáculo Musical Brasil Brasileiro encomendado a Dell’Arte para encerrar o do Ano do Brasil na França em 2005.
Foi convidada pelo designer multimídia Muti Randolph para fazer a assistência de direção e coordenação de produção dos cenários e obras em diversos eventos nacionais e internacionais da TV, desfile de moda, exposições e espetáculos multimídia.
Na sua antiga empresa, Inusitado Design, realizou a produção de grandes eventos como Fifa Fan Fest, Espaço CAIXA na Casa Cor; Hospitality FunZone INFRAERO e CAIXA em todos os aeroportos brasileiros durante a Copa 2014, e em destaque a Coordenação de Cultura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em Palmas – TO em 2015 integrando a comissão executiva do PNUD e Ministério do Esporte em 2015 . No ano de 2017 desenvolveu e coordenou o Viva Mais Música da Som Livre e Hotel Urbano, projeto de circulação de música em Resorts nas cidades de Búzios-RJ, Poços de Caldas-MG, Araxá-MG, Atibaia-SP e Caeté-MG.
Hoje, na sua agência, CibMores, com experiência absorvida em várias áreas conhecimento, dedica-se a transformação e aceleração de talentos através da representação e desenvolvimento de carreiras e shows de artistas da cena intrumental de todo o Brasil como: Caliandra e Bruno Rejan de Goíás; Cainã Cavalcante do Ceará, Face Musical Quarteto do Distrito Federal; Filipe Moreno e Igor Gnomo Group da Bahia; Luisa Mitre e Toca de Tatu de Minas Gerais; Daniela Spielmann e Orquestra Gafieirando e Choro na Rua do Rio de Janeiro e o Trio in Uno da França e outros. ;
Participa ativamente das rodadas de negócios, painéis e convenções nas Feiras de Negócios da Música como: SIM SP em São Paulo; Porto Musical em Recife; Prêmio Profissionais da Música em Brasília; Música Mundo em Belo Horizonte; Rio Music Market; Rio2C e Midem Latin America Forum no Rio de Janeiro.
Prêmios e Formações: 1º lugar no Prêmio Profissionais da Música de 2018 na categoria “Produção Executiva”; Formação em marketing digital e lançamentos pela Ignição Digital em 2016; Formação em Neurolinguística e Neurossemântica pelo INAP-RJ em 2012; Pós graduada em Produção Executiva em Cinema e TV pela ESPM-RJ em 2005; Pós-graduada pela Universidade de Brasília em 2001; 

 

Hr: 14:30h – 15:30h

Tema: Música, Tecnologia e Produção musical
Painelistas: Alec Haiat [SP] | Samuel Galdino [SP]

Neste workshop Alec Haiat e Samuel Galdino (do projeto Suspechos) apresentam dicas e insights sobre novas tecnologias que impulsionam a criatividade do músico e produtor, além de simplificar e otimizar os custos de produção. Ao final do workshop os participantes são convidados a co-criar uma breve faixa musical com os palestrantes.

 Alec Haiat
Mini Bio 
Alec é músico, compositor, produtor (trilhas cinema e audiovisual), guitarrista da banda METRO e do projeto de Live PA “SUSPECHOS”. Além disso ainda atua como empreendedor na área de instrumentos musicais e equipamentos de áudio há mais de 20 anos, sendo um dos fundadores da importadora Habro.

Samuel Galdino
Mini Bio 
Samuel é  produtor musical, engenheiro de som e multi-instrumentista.  Trabalhou para diversos artistas da cena independente nacional e gospel, além de grandes eventos e festivais de música. Juntamente com Alec Haiat  forma o projeto de Live PA  “SUSPECHOS”.

Voltar ao topo